Tendências de decoração 2023: salas

Vinicius “amnx” Amano

Ambientes acolhedores 

Depois da pandemia, ninguém tem paciência para ambientes estéreis! A nossa casa deve ser aconchegante e não um quarto de hotel sem personalidade. Por isso, as cores frias, o cinza, o estilo industrial e até o preto de outros anos dão lugar a cores neutras, mas mais quentes. Vamos ver muitos tons de bege, areia, azul esverdeado e até vermelho, que está de volta. 

Materiais orgânicos 

Outra das  tendências de decoração de salas em 2023 são os materiais orgânicos, nomeadamente as madeiras claras (bambu, carvalho), as pedras, os metais, as linhas brancas (em macramé, peças de crochet, etc) e os arranjos de flores naturais, mesmo que sejam plumas ou as flores secas. A ideia dos decoradores de interiores é precisamente que os materiais orgânicos transmitam mais aconchego. 

Linhas arredondadas 

As linhas arredondadas também fazem um “comeback” em 2023, depois dos padrões geométricos terem sido tendência. Veremos mesas de apoio redondas, o regresso dos bancos de laboratório, sofás redondos e até camas com esquinas menos pronunciadas. Mais uma vez, vamos no caminho de um estilo mais romântico e mais aconchegante, em que a casa é um porto de abrigo. 

Móveis funcionais 

Outra tendência de decoração para 2023, e que a pandemia também lançou de certa forma, são os móveis práticos e funcionais. Falamos de sofás com arrumação, de mesas extensíveis e combinações de arrumação versáteis e adaptáveis à sua casa. O objectivo é aproveitar o espaço da sua sala ao máximo e ter arrumação sem comprometer o decor. 

Não sabe como combinar todas estas tendências? Tem medo de combinar materiais? Acha que as cores claras são aborrecidas? Saiba quanto custa um decorador de interiores e vai ver que o investimento vale a pena. Se decorar tudo sozinha, o mais provável é que não faça as melhores escolhas nas compras!

Como manter a sua casa quente durante o Inverno? 5 Dicas

Julian Hochgesang

De Verão, queremos saber como manter a casa fresca. Mas agora chega o Inverno e temos de mudar de hábitos para manter a casa quente. Aqui vão 5 dicas para manter a casa quente no Inverno:

Isole as janelas 

A primeira dica para manter a sua casa quente durante o Inverno é isolar as janelas. Sabia que pode perder até 40% do calor que entra em sua casa pelas janelas? Então, use fita isolante ou algo semelhante para isolar melhor as janelas de casa.

Deixe entrar o Sol

De manhã, abra as cortinas e deixe entrar o Sol! Depois, feche as persianas quando for noite. O simples facto de deixar o Sol entrar ajuda a subir a temperatura da casa! Além disso, pode aproveitar para arejar (por sim, também é preciso arejar a casa no Inverno).

Use tapetes e papel de parede

Nem os tapetes nem o papel de parede vão “aquecer” a casa, mas dão-lhe uma maior sensação de conforto! No Inverno, é sempre mais confortável andar descalço se tiver tapetes felpudos no chão. E o papel de parede nos quartos também pode ser mais aconchegante.

Instale um ar condicionado

Se vive numa zona fria, não há volta a dar. Para ter a casa quente no Inverno, precisa de ter um sistema de aquecimento! Talvez a melhor opção seja o ar condicionado, porque assim também aproveita para arrefecer a casa no Verão. Se ainda está a debater os custos, fique a saber quanto custa a instalar um ar condicionado.

Faça a manutenção do aquecimento

Caso já tenha um sistema de aquecimento – seja ar condicionado ou caldeira – não se esqueça de fazer manutenção. Se o seu ar condicionado estiver sujo, por exemplo, vai fazer muito mais esforço para obter o mesmo resultado! Portanto, a manutenção é essencial para ter um equipamento eficiente. Normalmente pode fazer a manutenção com a  empresa da instalação do ar condicionado.

Como limpar os vidros?

Os vidros são um dos materiais mais difíceis de limpar. As janelas estão sempre a ficar sujas com pó, insectos, dedadas e outra sujidade que vem do exterior. Então, aprenda como limpar vidros com estas 5 dicas!

1. Aprenda a limpar vidros com água, vinagre e álcool

Aprenda a limpar os vidros de modo natural! Precisa de 5 litros de água (um garrafão), 1 colher de vinagre de vinho branco e 1 colher de sopa de água. Misture tudo e use uma esponja para limpar o vidro. Depois, use um pano seco para terminar. 

2. Limpe os vidros nas horas de menor calor

Quando está muito calor, o detergente seca rápido. Ao borrifar o líquido,  e as gotas secam quase imediatamente e deixam aquelas marcas feias no vidro. Por isso, limpe os vidros enquanto bate a sombra ou nas horas de menor calor. 

3. Limpar os vidros com álcool a 70º, água e vinagre

Com o COVID, começou a comprar álcool a 70ºC? Nesse caso, use uma mistura de 300 ml de álcool, 300 ml de água e 1 colher de sopa de vinagre branco. Depois, coloque num borrifador, passe um pano de microfibra no vidro, e seque com outro pano.

4. Limpar vidros com vinagre e limão

O seu problema não é limpar os vidros das janelas, mas sim uma mesa de vidro? Então, experimente limpar com vinagre e limão. Comece por humedecer papel de cozinha com limão. Depois, misture água com vinagre num borrifador e limpe com um pano.

5. Aprenda a limpar vidros de espelho

Os seus espelhos parecem sempre “embaciados” depois de limpar, vá passo a passo. Primeiro, retire o pó com um espanador. A seguir, misture álcool e sabão, use um borrifador para colocar num pano,  e termine com um papel de cozinha.

Está à procura de algo mais complexo, como a limpeza de todas as janelas do prédio ou da fachada? Procure uma empresa especializada em limpeza de janelas no Porto ou limpeza de janelas no Lisboa

5 factores importantes antes de remodelar o exterior da casa

Casa Viva Obras

Está a pensar em remodelar o exterior da casa? Nesse caso, tenha em consideração estes 5 factores:

1. Tenha em consideração a temperatura exterior

Sabia que a temperatura exterior influencia a qualidade da pintura? Deve evitar temperaturas abaixo dos 10ºC ou acima dos 40ºC. Por isso, fique atento ao tempo e não pinte a casa nem durante uma vaga de calor, nem durante o Inverno. Prefira o Outono e a Primavera!

2. Veja a previsão de chuva

Está a pensar remodelar o telhado, o terraço ou as varandas?  Não se esqueça que essas obras comprometem o isolamento da casa. Por isso, é preferível fazer essas obras em pleno Verão – e certifique-se que não chove pelo menos durante uma semana, para que o empreiteiro não tenha de fazer o trabalho “a correr”.

3. Compare os orçamentos

Outro factor que deve ter em consideração antes de fazer obras são os orçamentos. Procure empresas de remodelação no Porto, empresas de remodelação em Lisboa ou na sua região e compare até 5 orçamentos para escolher a melhor relação preço-qualidade.

4. Planeie com tempo

Este calor dá-lhe vontade de ter uma piscina em casa? Tarde demais. Uma piscina demora 8-12 semanas a construir, por isso já não fica pronta a tempo! Então, aprenda a lição: planeie sempre com tempo. Tenha em consideração a duração prevista da obra, o tempo necessário para encontrar uma empresa, e faça a remodelação na altura certa.

5. Tenha em consideração o gasto de água

Está a pensar fazer uma piscina, remodelar o jardim ou mesmo limpar a fachada? Então, procure a opção que gasta menos água. Pode fazer isto se escolher plantas que precisem de pouca água ou a melhor altura do dia apra limpar a fachada, por exemplo.

Quando devo esterilizar o meu gato?

Mikhail Vasilyev

O seu gatinho é adorável, não é? Mas sabia que os gatos atingem a sua maturidade sexual entre os 4 e os 6 meses? Portanto, embora  pareça que o seu gatinho começou agora a andar, saltar e a ir à caixinha sozinho, tem de pensar em castrar (se for um macho) ou esterilizar (se for uma fêmea).

O que é a castração ou esterilização?

A castração ou esterilização é cirurgia comum para remover os órgãos de reprodução sexual do seu gato. No caso dos machos, faz-se a remoção dos testículos. No caso das fêmeas, removem-se o útero e os ovários, o que evita o cio. 

Como é feita a esterilização dos gatos?

Antes de fazer a castração ou esterilização do seu gato, precisa de fazer uma consulta de check-up no veterinário. O gato não deve comer no dia anterior à cirurgia e não deve beber água no dia da cirurgia. Normalmente, os veterinários pedem que deixe o gatinho na clínica logo de manhã e depois pode ir buscá-lo no fim do dia.

Procure aqui veterinários no Porto e veterinários em Lisboa para marcar uma consultar.

A cirurgia é feita com anestesia geral, por isso o seu gatinho não vai sentir nada. Antes da alta, o médico também vai dar uma injecção com um analgésico, de forma a diminuir a dor. Em princípio, depois só precisa de tomar um antibiótico para que a cicatriz não infecte (fêmeas). Normalmente, os machos não precisam de mais medicação. 

Nos primeiros dias, pode notar algumas alterações de humor no seu gato. Pode estar mais quieto ou lamber-se mais. No entanto, a maioria dos animais volta ao normal como se nada fosse! Na dúvida, fique atento e contacte o seu veterinário acerca de quaisquer sintomas preocupantes.

Como remodelar um poliban? Cuidados a ter 

Sidekix Media

Transformar uma banheira num poliban é uma das remodelações de casa de banho mais comuns que pode fazer. Afinal de contas, as banheiras são escorregadias, pouco amigáveis para pessoas com mobilidade reduzida, escorregadias para pessoas com pouca mobilidade… Já os polibans, além de ocuparem menos espaço, também são mais seguros.

1. Escolher azulejos 

A primeira parte de remodelar um poliban é tirar a banheira. Isso significa que precisa de azulejo para cobrir a parte da parede que vai ficar exposta. Se tiver muitos azulejos a mais, o problema fica resolvido. Se não tiver azulejos suficientes, precisa de encontrar azulejos que combinem com os anteriores ou mudar todo o revestimento. 

2. A altura da base de duche

Depois, tem de escolher a base de duche. Consoante a canalização, pode ser possível ter a base nivelada com o chão ou ligeiramente mais alta, com um degrau. Há várias bases de duche disponíveis, desde as tradicionais brancas a polibans de resinas e cargas minerais com diversas cores. Além disso, algumas bases têm ranhuras para não escorregar. 

3. Jogue com o ângulo da porta

A seguir, tem de escolher a protecção de chuveiro. Pode optar por uma protecção totalmente de vidro transparente, ofuscado ou uma com riscas (de modo a dar mais privacidade a quem está no duche). Há portas para abrir com diversos ângulos, por isso também pode jogar com esse elemento para aumentar a ergonomia do espaço.

4. Os detalhes

Finalmente, tem de escolher a torneira, coluna de hidromassagem, saboneteira e outros detalhes que transformam o duche num local mais relaxante.

Está  a pensar remodelar a sua casa de banho? Então, procure empresas de remodelação de casa de banho no Porto e remodelação de casa de banho em Lisboa. 

Quanto custa remodelar uma casa?

Milivoj Kuhar

Todos temos a ideia de que remodelar uma casa fica caro. No entanto, remodelar uma casa é uma forma de valorizar o seu imóvel, viver com mais conforto e, muitas vezes, a única hipótese para morar no centro da cidade. 

O truque para remodelar uma casa é pedir sempre vários orçamentos e comparar. Há muitos profissinais honestos que lhe dão um preço justo, mas também há vários que se tentam aproveitar a sua urgência para resolver um problema.

Por outro lado, se não quer procurar um fornecedor para cada coisa que precisa  – electricidade, pichelaria, carpintaria, etc – pode procurar empresas especializadas em remodelações que reúnem todos estes profissionais.

Esta opção também é preferível se não faz ideia do que tipo de trabalhos que precisa. Se não tem qualquer conhecimento sobre obras, é preferível que um encarregado de projecto vá ao local e perceba todas as exigências de trabalho.

Provavelmente contratar uma empresa fica mais caro do que procurar cada um dos profissionais, pode ser mais conveniente para si. Mesmo assim, deve procurar empresas de remodelações no Porto e empresas de remodelações em Lisboa e comparar vários orçamentos. 

Segundo a Fixando, a média dos projectos publicados na plataforma para remodelação de casa é 2.950€. No entanto, é provável que muitos destes projectos sejam para a remodelação de uma ou duas divisões da casa. 

Se quer fazer uma remodelação total, o custo pode ir até aos 90.000€, dependendo da complexidade da obra. Agora, se continua na dúvida sobre quanto custa remodelar uma casa, procure um orçamento para remodelação e construção de casas na Fixando. 

Como limpar pavimento flutuante?

Rumman Amin

O pavimento flutuante é uma escolha muito comum para remodelar a sua casa. Não só é fácil de limpar e muito versátil, como tem um preço económico. Mas sabe como limpar pavimento flutuante e mantê-lo no melhor estado possível? Siga as nossas dicas sobre como limpar pavimento flutuante!

  1. Comece por aspirar. Porquê complicar? A melhor forma de limpar o piso flutuante é aspirar. Aliás, muitas vezes é a única limpeza necessária! Para a limpeza do dia a dia, basta varrer com pá e vassoura para remover sujidades mais pequenas.
  1. Evite usar água. Quando estamos a falar de madeira, é sempre prudente ter cuidado com a água. Resista a vontade de usar balde e esfregona! Se houver uma manchas mais difíceis, use um pano humedecido para remover a mancha em movimentos circulares.  
  1. Use sempre um produto para pavimento flutuante. Em vez de água e sabão ou misturas caseiras com água e vinagre, use um produto próprio para pavimento flutuante. Estes produtos não têm nenhum produto tóxico para a madeira. 
  1. Aplique óleo essencial para a madeira. Se a madeira estiver a perder o brilho inicial, pode finalizar a limpeza com um óleo essencial apropriado para madeiras (por exemplo, óleo de cedro). 
  1. Proteja o seu pavimento da luz. A dica final é proteger o seu pavimento da luz, já que o pavimento flutuante pode ficar amarelado quando está muito tempo exposto ao Sol. 

Precisa de ajuda para fazer a limpeza da sua casa? Procure limpezas domésticas no Porto e limpezas domésticas em Lisboa na Fixando. Vai encontroar tanto empresas como profissionais independentes com avaliações de clientes anteriores e, claro, o melhor preço do mercado!

Como limpar o espelho e os vidros sem deixar manchas? 

 

Spacejoy

O seu espelho fica baço cada vez que o tenta limpar? As marcas do pano ficam-se a notar no vidro ou no espelho cada vez que tenta limpar? Não lhe acontece só a si! Limpar espelhos e vidros não é fácil. Mas, com as nossas dicas, vai aprender como limpar o espelho e os vidros sem deixar manchas.

  1. Use sempre limpa-vidros. Use sempre um produto próprio para vidros e evite os produtos à base de solventes. E, já agora, deixe de limpar os vidros com jornais velhos! Era bom que o truque dos jornais funcionasse, mas os vidros ficam muito melhor com um pano de microfibra ou uma esponja macia. É importante que seja um pano que não deite fios! 
  1. Comece por aspirar o pó. Sabe o que deixa marcas e riscos? O pó e pequenas impurezas. Por isso, comece por limpar os vidros com um aspirador do pó. Além disso, tente fazer uma limpeza pelo menos uma vez por semana para evitar que o pó se acumule. 
  1. Limpe os vidros em dias nublados ou sem sol. Outra dica muito importante para limpar os vidros é preferir dias nublados ou sem sol. Quando o Sol bate directamente no vidro, o produto de limpeza seca de repente e transforma-se em manchas. Por isso, procure limpar os vidros nas horas em que o Sol não bate directamente ou em dias nublados.
  1. Se a área for muito grande, divida-a. Se a área do vidro a limpar for muito grande, divida a limpeza em fases para conseguir secar o vidro antes que a água seque ao natural. E, se forem vidros realmente muito grandes, use uma escova limpa-vidros. 
  1. Não limpe os espelhos com vinagre. Apesar de o vinagre e o bicarbonato de sódio serem produtos comuns para truques de limpeza caseiros, os espelhos também se devem limpar com produtos próprios ou um detergente neutro. Não use vinagre, cloro, lixívia ou amoníaco.
  1. Use um borrifador para limpar o espelho e limpe com um pano ou com papel de cozinha. Se por acaso ficar alguma mancha, ou se tiver alguma mancha de maquilhagem ou produtos de beleza difíceis de remover, use uma esponja com detergente neutro. 

Se precisa de ajuda para limpar a sua casa, procure limpezas domésticas no Porto  e limpezas domésticas em Lisboa para fazer limpezas com frequência!

Como deve proceder à limpeza do seu condomínio? 6 Dicas

Qualquer assunto que diga respeito ao condomínio gera discórdias entre vizinhos. Então, como fazer a limpeza do condomínio?

  1. A primeira dica é não dividir a limpeza do prédio entre vizinhos ou “conhecidos de vizinhos”. Em vez disso, procure uma empregada ou uma empresa de limpezas. Procure aqui limpezas de condomínio no Porto e limpezas de condomínio em Lisboa.
  1. Antes de decidir qual é a empresa de limpezas que vai contratar, compare vários orçamentos. Na Fixando pode obter até 5 orçamentos gratuitos e pode levar cada uma das propostas a votos. Quando escolherem o orçamento, deve ficar definido também a frequência (número de vezes por semana) da semana.
  1. Explique as necessidades do condomínio à pessoa responsável pela limpeza. Há áreas que precisam de ser sempre limpas (por exemplo, o átrio de entrada, as escadas, os patamares e os elevadores), enquanto outras só precisam de limpeza esporádica (corredores dos arrumos, salas comuns, etc). Se preferir, pode definir um cronograma para a limpeza de cada espaço. 
  1. Afixe um papel com a frequência das limpezas e a assinatura de quem procedeu à limpeza. Assim, todos os condóminos ficam com a garantia de que a limpeza foi efectuada e que o cronograma previamente definido está a ser cumprido. A transparência evita discussões entre vizinhos!
  1. Sempre que houver alguma obra no condomínio (por exemplo, os tapetes de entrada, alterações nas cabines dos elevadores, mudança de corrimãos, etc) deve informar o pessoal da limpeza para que usem os produtos mais apropriados para cada material e manter o edifício no melhor estado possível. 
  1. Para evitar acidentes, certifique-se que tem avisos a dizer “piso molhado, cuidado!”. Além disso, avise os condóminos sempre que tiver planeada uma limpeza profunda às garagens, aos corredores de arrumos e aos patamares para que retirem todos os seus pertences.