Como recuperar o seu jardim

Se o seu jardim não está exactamente como queria… não desista já! Ainda há tempo para salvar algumas das suas plantas favoritas antes do fim da Primavera. Descubra como fazer a recuperar do seu jardim em pouco tempo.

Image result for jardim

  1. Troque os vasos. Um planta que está mais mortiça do que o desejado pode ter crescido demais para o seu vaso. Portanto, troque-a para um vaso maior, com espaço para as raízes crescerem. Também deve experimentar mudar a terra e usar um substrato mais rico, com mais nutrientes.
  2. Procure uma terra com mais nutrientes. Se não precisa de mudar de vaso, pode ficar apenas pela mudança de terra. Pode adubar usando restos de comida – por exemplo, borras de café, cascas de ovo, cascas de frutas e legumes – ou com adubos à venda em lojas de jardinagem e agricultura.
  3. Combata as pragas. As pragas atacam as suas plantas durante todo o ano, mas a Primavera é a verdadeira época alta. Procure um veneno para as formigas e para o pulgão – de preferência um que não seja perigoso para os animais da casa nem para os humanos. Também pode usar remédios naturais, como o vinagre.
  4. Cuidado com as doenças. Se as folhas e os caules estão manchados ou a apodrecer, corte-os. Isto vai evitar que o vírus se arraste para o resto da planta. Isole o canteiro para que não haja contágio para outras plantas no seu jardim.
  5. Proteja-as do Sol. Demasiada exposição ao Sol pode tornar a sua planta mais fragilizada. O Sol forte do fim da Primavera e do Verão podem queimar as folhas e secar a terra. Por isso, aposte no Sol indirecto ou mova as plantas para um sítio onde só vão apanhar Sol durante a manhã, quando o Sol não está tão forte.
  6. Não exagere na água. Água a menos não é bom, mas água a mais também não. Use o seu dedo para perceber que se a terra ainda está húmida ou se já estar seca. Não deite água se a terra ainda estiver hidratada, pois corre o risco de criar um ambiente demasiado aquático para a raiz.
  7. Reaviva com efeito de estufa. Uma das muitas formas de reavivar uma planta é criar um “efeito de estufa”. Se já não tem nada a perder, faça esta experiência. Coloque água na terra e feche a planta dentro de um saco plástico (grande, com oxigénio) durante 4 ou 5 dias. Isto cria um efeito de estufa e a planta desenvolve-se num ambiente controlado.

O pânico da parede branca: como decorar a parede da sala

Estão a ver como os escritores têm medo da página branca? Na decoração, às vezes temos medo da parede branca. Não me levem a mal: claro que uma parede branca pode ser um óptimo recurso numa sala nórdica, ou uma forma de fazer com que os espaços pequenos pareçam mais amplos. Mas quando acabamos de mudar para uma nova casa e não sobra muito dinheiro nem para obras, nem para a decoração, aquela parede branca e nua da sala é um pesadelo. Então, como é podemos dar a volta ao problema sem arruinar o cartão de crédito?

  1. Fazer desenhos na parede

Quem gosta de DIY, pode simplesmente fazer um desenho na parede. Bem, não “simplesmente”, porque o ideal é planear o desenho e fazer um stencil. Assim, não corre o risco de ter um desenho menos do que perfeito! Também pode complementar com autocolantes de parede. Embora haja tintas de diversas cores, aconselho a usar apenas uma cor para os desenhos mais simples. Se gosta do estilo graffiti como na imagem, aí aposte no arco-íris!

  1. Papel de parede

O papel de parede é uma alternativa económica para dar vida à sua sala. A ideia é usar o papel apenas numa parede, que se converte no centro das atenções. Os papéis de parede tropicais, com verde-água, turquesa ou rosa flamingo são uma grande tendência. Colocar o papel de parede também pode servir para cobrir uma parede mal pintada, ou uma parede onde anteriormente estava um móvel que deixou marcas, sem que seja preciso contratar um pintor ou emassar.

  1. Colocar diversas molduras e espelhos

Não suporta mesmo olhar para a parede nua e sem personalidade? Use-a para contar a sua história. Use molduras de diferentes tamanhos e cores para colocar fotos de família, criando um efeito “desalinhado” ou desordenado que vai evitar a monotonia da parede branca. Se juntar alguns espelhos pequenos, que também pareçam uma moldura, cria a ilusão de espaço e reflecte a luz.