Recuperar o relvado deteriorado: como enfrentar os problemas mais habituais?

Eric Lagergren / Unsplash

O seu jardim está seco? A relva tem zonas mais amareladas e outros mais verdes? Alguma relva não cresceu e o relvado tem “falhas”? Deixamos aqui algumas dicas para evitar um relvado ressequido e em mau estado! 

  1. Perceba os motivos!

Antes de tentar resolver uma “falha”, precisa de perceber o que aconteceu. Se tinha uma piscina insuflável montada no jardim e o relvado por baixo ficou seco, é normal – não teve nem água nem sol. Se vive numa zona húmida, é normal que as minhocas e os insectos façam buracos na relva. Por outro lado, se vive numa zona com geadas frequentes, é possível que a geada tenha queimado a relva.

  1. Feche pequenas falhas 

Se tem “falhas” pequenas no relvado, basta voltar a fechá-las com terra fértil (procure um substracto com uma boa percentagem de matéria orgânica) e volte a semear o relvado novamente. 

  1. Escarificar o relvado

Escarificar a relva (literalmente, fazer golpes ou incisões) vai permitir retirar relva seca e outras plantas invasoras que podem estar a crescer demasiado. Depois, só tem de seguir o mesmo processo para fechar as falhas. Obviamente, se tem um relvado muito grande, este trabalho é moroso – procure um serviço de corte e aparação do relvado para poupar tempo e preocupações. 

  1. Preparar o solo 

Se o relvado está realmente deteriorado e vai voltar a semear uma área grande, convém deitar adubo ao relvado, areia ou sais minerais para melhorar o solo. 

  1. Regar o relvado!

Se não regar o relvado, é impossível que a relva cresça e, mais tarde, que não seque na época mais quente do ano. Deve regar as sementes com água em abundância nas quatro semanas seguintes à plantação para que possam germinar. No Verão, procure regar ao fim do dia. 

  1. Manutenção do relvado

Agora que nova relva já nasceu, toca a fazer a manutenção do relvado. Tire sempre as ervas daninhas, os cogumelos venenosos, e vá fertilizando o terreno com materiais adequados. Peça ajuda a um jardineiro para ir até sua casa pelo menos uma vez por mês cuidar do seu jardim!

Gostava de renovar todo o seu jardim, instalar uma pérgola, fazer uma piscina ou simplesmente mudar o pavimento? Procure aqui o preço de serviços para a casa e comece a desfrutar mais do seu jardim! 

4 dicas profissionais para restauro de móveis

Mitch Moondae

Restaurar móveis antigos é uma excelente forma de renovar a sua casa sem gastar muito dinheiro. No entanto, pode poupar ainda mais dinheiro se restaurar os móveis de forma DIY. Por isso, hoje decidimos deixar aqui algumas dicas profissionais para o restauro de móveis!

1 – Escolha com cuidado

Esta dica é especialmente útil se estiver a pensar comprar móveis em segunda mão com o propósito de os restaurar. Deve preferir os móveis em madeira maciça, uma vez que é mais durável. Afaste-se dos móveis de verga em mau estado (por exemplo, cabeceiras de cama e cadeiras). Este tipo de restauro é muito moroso, e portanto a restauração do móvel vai ficar muito dispendiosa. 

2 – Tenha os materiais certos consigo

Para restaurar um móvel, precisava dos materiais certos. Não basta a tinta e o pincel! Os profissionais de restauração de móveis usam lixas de diferentes grãos, lã de aço, trinchas e pincéis, cola para madeira, betume, primer e tinta próprios para madeira. Deve ainda aplicar verniz para um acabamento mais profissional e, claro, contar com material de protecção (óculos, mascaras e luxas) e materiais de limpeza. 

3 – Limpe o móvel 

Um dos maiores segredos dos profissionais é limpar o móvel de forma adequada. Qualquer pó ou aresta por limar vai afectar o resultado final, porque não vai conseguir aplicar a tinta e o verniz de forma homogénea. Retire as gavetas, as dobradiças e os puxadores. Use água e sabão para retirar a sujidade com um pano macio e deixe secar bem. Outra alternativa são os produtos próprios que se vendem em lojas de bricolage.

4 – Não se esqueça dos puxadores e das dobradiças

Depois de tanto trabalho, não deite tudo a perder nos detalhes. Muitas vezes, vai precisar de dobradiças novas para as portas ou de mudar os puxadores. Os puxadores são fáceis de substituir, mas para as dobradiças tem de procurar modelos compatíveis. Finalmente, pode substituir o tampo ou os espelhos do móvel. 
Se gostava de recuperar um móvel com valor sentimental para si e tem medo de o estragar, então pode procurar o preço de serviços para a casa na Fixando e obter um orçamento.